Nossa Cidade

1. HISTÓRICO DO MUNICÍPIO:

O Município de Turmalina foi fundado em 06 de agosto de 1948, pelo Sr. José de Andrade, popularmente conhecido como Zequinha de Andrade. Zequinha de Andrade era homem de confiança de Rafael Cavalim, grande fazendeiro, dono de muitas terras. No ano de 1948, Rafael fez uma proposta de venda de 100 alqueires de terra, onde hoje está nossa cidade. Essa missão foi entregue a Zequinha de Andrade que tinha por tarefa vendê-las. Ambos chegaram até aqui através do rio Santa Rita, completando o percurso através de uma trilha aberta na mata. Após abertura de uma clareira, Rafael voltou e Zequinha, que era solteiro, foi buscar sua irmã para viver com ele. Mais tarde seu irmão Clarismundo, que garimpava no Mato Grosso veio juntar-se a eles. Sabendo da denominação dada ao lugar, relatou sobre uma pedra semipreciosa garimpada, por ele, chamada Turmalina. A partir daí o lugar passou a denominar-se Turmalina.
Passando certo tempo foi buscar outras pessoas que se juntaram a eles; Jeronimo Trazzi, Antônio Jonas de Menezes, Aurelino Nitani, Américo Nitani, Antônio Alves Ferreira, o popular pontife.
Rafael destinou 10 alqueires de terra para formar uma vila. Doou um terreno para Antônio Fiamoncini, que abriu o primeiro bar onde vendia pinga. Em 1950 José de Souza Viana sabendo que havia terras, que estavam à venda em Turmalina, mudou-se para cá. Ao chegar comprou as três casas que existiam. Os moradores que aqui viviam plantavam café, milho e arroz, mas a principal cultura era o café. Em 1951 José de Souza Viana plantou a primeira roça de algodão e foi ele o primeiro proprietário a contratar peão para trabalhar na roça. Nesse ano foi fundada a primeira escola e também a primeira igreja, coberta com folhas de coqueiro.
Em 1952 José de Carvalho e Silva colocou a primeira venda onde vendia de tudo. Em 1953 Agostinho abriu outra venda. Novos pequenos proprietários foram chegando e comprando terras. Aos poucos outras famílias começaram a chegar para trabalhar no café.
Através da Lei Estadual n.º.285 de 18 de fevereiro de 1959, Turmalina fora elevada a categoria de Distrito. Pela Lei 8.092 de 28 de fevereiro de 1964, Turmalina fora elevada a categoria de Município, mas em virtude da Revolução as eleições aconteceram somente no ano de 1965. Com o passar do tempo muitas famílias que residiam em fazendas e que foram mandadas embora, foram para a cidade morar e trabalhar como rurais volantes.

2. ESPAÇO GEOGRÁFICO:

O Município de Turmalina está localizado ao noroeste do Estado de São Paulo, situado a 630 km da capital, próximo à divisa do Estado de Minas Gerais. Sua área geográfica é de 158 Km², perfazendo aproximadamente 6.900 alqueires, sendo 95% de área produtiva e 05% de matas naturais e córregos. No sistema hidrográfico o município é banhado apenas pelos córregos: do Desengano, Arrancado, Gregório, Feijão Candinho, Tambiú e Santa Rita.
Situa-se a 20 Graus de latitude e 50 graus e 5 minutos de longitude a Oeste de Greenwich, ao sul do trópico de capricórnio, Planalto Meridional com altitude de 490 metros acima do nível do mar, cujo clima predominante é o tropical. Faz limites com os municípios de Populina, Estrela D’Oeste, Ouroeste, Dolcinópolis, Guarani D’Oeste, Paranapuã e Vitória Brasil. A sede desses municípios tem uma distância média de 10 a 35 Km, e o acesso pode ser feito por estradas pavimentadas ou não, isso porque as rodovias principais são todas pavimentadas.
Enquanto que os meios de comunicação são: telefone, fax, Internet e correios. Recebemos transmissão de outros municípios de rádio e televisão, haja porque não temos emissora em nosso município. Não temos imprensa escrita, mas recebemos jornais: Folha de São Paulo, Estado de São Paulo, Jornais Regionais, revistas e alguns estabelecimentos ligados a Internet.

3. SISTEMA DEMOGRÁFICO:

Baseado na contagem populacional de 2007 a população de nosso município é de 2.024 habitantes, sendo 1.005 homens e 1.019 mulheres; 1.411 residem na zona urbana, e 613 na zona rural. A densidade demográfica é de 7,80 habitantes por Km². Dividida por faixa etária tem a seguinte distribuição: de 0 a 9 anos 195, de 10 a 19 anos 325, de 20 a 59 anos 1.095, de 60 ou mais 409 em termos de % a divisão se dá da seguinte forma: de 0 a 9 anos 6,49%, de 07 a 10 anos 6,01%, de 11 a 19 anos 16,045 de 20 a 59 anos 53,70% e de 60 anos ou mais 17,76%. A grande maioria da população se encontra na faixa etária de 20 a 59 anos, o que apresenta um desafio de gerar emprego e renda para essa grande porcentagem em idade economicamente ativa.

4. SISTEMA ECONÔMICO:

Nosso município é essencialmente agrícola conforme dados da Casa da Agricultura do município temos: propriedades rurais – 320 que estão assim distribuídas: pequenas – 294, médias – 24 e grandes – 2. Quanto ao trabalho da população de nosso município temos 35 famílias que residem na cidade mas que trabalham como diaristas dependendo exclusivamente dessa renda. Depois há mais 58 famílias que um dos membros tem emprego fixo e o outro trabalha como diarista. Temos também as famílias que na safra da cana vão trabalhar na usina de Iturama – MG. Além disso, existe um grupo de 15 pessoas trabalhando no Frigo Estrela e 60 pessoas na Usina de Ouroeste.

5. SISTEMA DE SAÚDE:

O município oferece a população, na área da saúde: duas Unidades Básicas de Saúde sendo uma no Distrito de Fátima Paulista e outra na sede do município, com seis leitos e uma média de um profissional para cada 100 habitantes. Em conjunto estão equipados para o atendimento na área de Clinica Geral, Ginecologia, Pediatria, Odontologia e Fisioterapia. Além desse atendimento nas Unidades Básicas de Saúde temos também o Programa Saúde da Família em Pleno funcionamento. São desenvolvidos programas com: gestantes, idosos, diabéticos, e hipertensos. As principais atividades são: imunização, trabalhos na escola, campanhas, palestras e visitas domiciliares. Além disso, oferece remédios gratuitos, ambulâncias, consultas, óculos, ultra-sonografia e cirurgias.

6. SISTEMA DE SANEAMENTO:

No sistema de saneamento básico o órgão responsável é a SABESP, sendo que à água é coletada de poços semi-artesianos. Possui uma estação de tratamento de água e uma de esgoto. Todas as famílias da área urbana são beneficiadas por este serviço. Quanto ao lixo, é recolhido três vezes na semana e jogado em um aterro sanitário que fica a mais de 03 km da cidade conforme orientações da CETSP.

7. SISTEMA DE HABITAÇÃO:

O Município possui um sistema de habitação muito bom. Não há periferia nem casas de pau-a-pique. Tem dois conjuntos habitacionais da COHAB com 144 casas e dois conjuntos da CDHU com 100 casas. Numericamente falando, possui 555 residências urbanas particulares; 76 estabelecimentos públicos e comerciais e 259 residências rurais.

8. SISTEMA DE EDUCAÇÃO, CULTURA E LAZER:

Na área de educação conta com duas escolas, sendo uma municipal que abrange do Jardim I à 4ª série onde neste ano de 2008 estão matriculados 156 alunos. E a Escola Estadual da 5ª até a 3ª série do ensino médio estão matriculados 201 alunos, totalizando 357 alunos. Cabe ressaltar que a capacidade de atendimento é bem superior ao atendido, porém faltam alunos porque o município é pequeno. Atualmente ambas as escolas, estão localizadas no perímetro urbano, na sede do município. Os alunos residentes na zona rural, a Prefeitura oferece o transporte no período da tarde e noite. As crianças que precisam educação especializada a Prefeitura oferece transporte. Contamos com 35 professores (Estadual/ Municipal) e a evasão escolar é praticamente zero e o índice de analfabetismo é apenas em relação aos adultos porque atualmente é desenvolvido um trabalho pessoal com as crianças que não vão à escola até trazê-las de volta.
Ainda na área da educação possui uma creche municipal com capacidade para atender até 100 crianças, mas atualmente estão matriculadas apenas 54 porque não temos mais crianças na cidade e em muitos casos as mães não trabalham e por isso não utilizam os serviços da creche. Além disso, essas crianças estão participando ao mesmo tempo de creche e da escola (Pré I, II, III).
Na parte de cultura o município possui uma biblioteca municipal, aberta ao público, e cursos de música do aprendizado em piano e órgão, gratuitamente, com professor capacitado. Temos também em pleno funcionamento o Infocentro (Acessa São Paulo). Enquanto que na área de lazer possui um estádio municipal, dois Centros Comunitários, um Centro de Lazer do Trabalhador, duas praças públicas, mini-campo, um recinto de Festa do Peão, mas apesar disso são poucas as opções, restringindo-se as festas comemorativas ou eventos programados.
Os principais eventos são:
• Campeonatos de Futebol
• Quermesses da Igreja e Escolas
• Comemorações referentes ao aniversário do município/padroeiro
• Festas juninas da escola e do Fundo Social
• Comemorações: Natal, Páscoa, dia das mães, dia dos pais, dia das crianças e reveillon.

9. SISTEMA SOCIAL:

No que se refere ao social, segundo a NOB nosso município é de pequeno porte I, não temos população de rua em virtude de o município ser pequeno. Temos 95 famílias que tem renda per capta de até meio salário mínimo, nos vários tipos de trabalhos oferecidos no município. Quantos aos idosos, todos convivem com a família ou moram sozinhos. Para atendê-los temos dois núcleos (Centro de Convivência do Idoso) um localizado na cede do município e o outro no Distrito de Fátima Paulista onde são atendidos 90 idosos. A capacidade de atendimento é maior, mas ainda temos muitos idosos principalmente homens que não aceitam porque preferem jogar baralho na praça ou simplesmente não participar de nada. O índice de deficiência é bastante pequeno e os casos mais freqüentes são: os distúrbios neurológicos, baixo QI, epilepcia, e alguns casos de seqüela de paralisia infantil. Temos um deficiente visual, um com síndrome de down, um com autismo. Atualmente muitos pais estão trabalhando no Frigo de Estrela D´Oeste em turnos alternados. Outros estão na Usina de álcool também em vários turnos. Essa realidade gera um problema social. Os pais saem cedo para trabalhar e as crianças ficam na rua no período em que não estão na escola. Para atender essas crianças na faixa etária de 07 a 12 anos, temos o Projeto ALC (Aprendizagem Lazer e Cultura) que atualmente conta com 52 alunos e desenvolve atividades diversificadas. Ainda existe oferta de vagas, mas não temos mais crianças para participar. Os adolescentes atualmente estão participando da Escola Integral por isso não atendemos mais. É pequeno o índice de mulheres que ocupam a posição de chefe de família.
Os serviços assistências são vários: cestas básicas aos doentes, idosos e casos de urgências; distribuição de leite para as crianças através do Programa do Governo Estadual “Viva Leite”, melhorias habitacionais, benefícios eventuais (pagamentos de consultas, óculos, medicamentos...)
Trabalhamos no município somente com a Proteção Social Básica porque o nosso trabalho é apenas preventivo, uma vez que o município não tem público para atender na proteção Especial.
Fazem parte das instituições públicas e privadas: Centro Comunitário. Centro de Convivência do Idoso, Associação dos Produtores de leite, Turmalina Esporte Clube, Turmalina Camping Clube, Associação de Pais e Mestres das escolas Estadual e Municipal, Religiões: Católica, Espírita, Cristã do Brasil, Assembléia de Deus e Adventista.
Conselhos Municipais: Saúde, de Educação, da Assistência Social, da Agricultura, do Programa Bolsa Família, dos Direitos da Criança e Adolescente, Tutelar, do Idoso.
Fonte: Assessoria de Imprensa
 
Copyright © 2013 Prefeitura Municipal de Turmalina. Todos os direitos reservados.
Desing Santa Fé Net